Destaque

Sebrae

Ages

22 de julho de 2017

Leitora denuncia falta de segurança no transporte de servidores

Foto foi enviada pelas redes sociais

Uma leitora do Rota 324 procurou nossa redação para expor sua preocupação com a falta de segurança no transporte de servidores da Limpeza Pública da Prefeitura de Jacobina. A postagem levantou vários questionamentos dos internautas, e isso nos fez procurar os setores responsáveis para buscar uma resposta.

Setor de Limpeza - De acordo com um dos encarregados do grupo e que prefere não ser identificado, os colaboradores costumam se deslocar de suas casas direto para a área onde farão a limpeza, porém há mudanças de áreas que precisam de mais agilidade na distribuição dos servidores. "Estamos buscando um transporte fechado que fique à disposição dos servidores, e que será usado para evitar situações como essa da foto. Os mutirões da limpeza estão acontecendo em todos os bairros, deixando Jacobina limpa como há muito tempo não vimos, por isso iremos acelerar, também, essa parte da segurança no deslocamento" contou. 

SMTT - Buscamos também explicações do Serviço de Tráfego e Transportes e soubemos dos agentes que notificações já foram feitas ao setor de limpeza. "O SMTT notifica todos os veículos que estão irregulares, independente de ser da prefeitura ou não. Iremos iniciar algumas palestras nos demais setores da PMJ e também nas escolas municipais. Vale ressaltar, ainda, que todas as multas em veículos oficiais, os pontos são acrescentados no prontuário do condutor, pois só assim haverá uma maior conscientização por parte dos condutores" contou um agente, acrescentando ainda que, após algumas notificações, tem percebido uma melhoria significativa nas ações dos condutores "Já percebemos que a maioria dos condutores da prefeitura utilizam cinto de segurança e evitam estacionar em locais proibidos" destacou.

O SMTT informou ainda que, todos os veículos oficiais estão com uma numeração que facilita na identificação do infrator, além de haver o número da ouvidoria, fazendo com que o cidadão entre em contato e denuncie o condutor.

Igor Fagner - Rota 324

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.