Destaque

Sebrae

Ages

22 de julho de 2017

Acija apresenta reivindicações em audiência pública sobre o PPA

A audiência aconteceu na Câmara de Vereadores de Jacobina  

Artur Teixeira, presidente da Associação Comercial e Industrial de Jacobina (Acija), fez parte da mesa da Audiência Pública ocorrida na Câmara de Vereadores. O encontro foi marcado para discutir o PPA - Plano Plurianual para o quadriênio 2018-2021, e, junto com outros diretores da Acija e CDL, Artur apresentou as demandas da associação, quais julgam serem importantes para o desenvolvimento da cidade.

As audiências públicas estão ocorrendo na sede e nos distritos de Jacobina, por meio da prefeitura. Na Câmara a reunião foi presidida pelo secretário de Finanças Nadson Roberto e contou com a participação dos gestores das demais pastas do município. Confira parte do documento entregue pela Acija e a CDL:

"Em nome dos empresários Urbanos, Rurais e de todos seus entes associados, solidários na busca incessante pelo desenvolvimento do município de Jacobina, que culminará na melhoria da qualidade de vida, a Acija e a CDL  tomam iniciativa de contribuírem com o PPA, apresentando importantes e estruturantes demandas, que foram  priorizadas para transformar o município, inserindo-o no século 21 e que deverão subsidiar o vosso Programa de Governo.   

Neste Documento  foram pontuados itens à exemplo de:

1 – Envidar esforços para viabilizar uma Unidade Hospitalar Regional com a unificação das estruturas já existentes, adequando e equipando-os com UTIs e Serviços de Média e Alta Complexidade; 

2 – Transformar Jacobina numa Cidade Polo Universitário – ampliando a oferta de novos cursos, nas áreas da saúde, agrária e de tecnologia (sejam privadas ou públicas);

3 – Priorizar o desassoreamento dos leitos dos rios Itapicuru e Ouro;

4 – A recuperação, adequação, ampliação da pista e a liberação do aeroporto local;

5 - Implantação de uma Unidade do Corpo de Bombeiros em Jacobina;

6 – “Exigir”  do Governo Estadual e da Embasa a Conclusão da vergonhosa e “interminável” obra de saneamento;

7 – Com relação às atividades primária,  agricultura e pecuária, um dos importantes pilares da nossa economia deverão ser tocadas com profissionalismo;

8 – Estruturar junto a Secretaria de Educação e Cultura um Departamento de Preservação do Patrimônio Histórico Publico Material;

9 – Realizar de imediato o Georeferenciamento Rural e o Urbano;

10 – Implantar Programas de Incentivo a Manutenção e Preservação dos  Imóveis Urbanos à exemplo dos rebocos e pinturas das paredes externas;

11 – Incentivar a criação das Indústrias de Pequeno Porte de Artesanato; 

12 – Instalar equipamentos eletrônicos para controlar a velocidade dos veículos nas áreas urbanas;  

13 – Construir pistas de pedestre ao longo da Avenida Nossa Senhora da Conceição; 

14 – Criar alternativas de apoio aos motoristas perueiros que transportam pessoas de outros municípios;

15 – Implantar urgente o Centro Administrativo do Município;

16 – Transformar o prédio da antiga Câmara de Vereadores num Teatro Municipal;

17 – Conveniar com o SENAR cursos de Capacitação para a formação de profissionais;

18 – Proceder estudos técnicos para aumentar a capacidade de retenção da barragem do rio do Cuia;

19 – Estruturar e instalar urgentemente o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ); 

20 – Envidar esforços para implantação do prometido Mercado do Produtor; 

21 – Envidar esforços junto à Assessoria Jurídica do Município e Instituições Governamentais Estaduais (Meio Ambiente e Ministério Público), no sentido de providenciar  a legalização daqueles que sobrevivem da exploração do arenito. 

Lembramos que queremos uma Jacobina, diferente, uma Jacobina grande, porém humanizada e progressista;  uma Jacobina inserida no século 21, que valorize a vida, o meio ambiente, que respeite as adversidades e a cidadania;"

Confira o documento na íntegra acessando o site da Acija.

Ascom Acija 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.