Destaque

2 de junho de 2017

Polícia estima que 30 cargas com cerca de 60 fuzis entraram no país

Só nos últimos 150 dias, 250 fuzis foram apreendidos.


Os fuzis apreendidos nesta quinta-feira (1º) no Aeroporto Internacional Tom Jobim, o Galeão, no Rio de Janeiro, podem indicar uma rota de contrabando que já trouxe ao país pelo menos outras 30 cargas semelhantes. Sendo assim, outros 1,8 mil fuzis ilegais podem ter chegado às mãos de facções criminosas do estado, de acordo com os investigadores que participaram da operação desta quinta.

A maior apreensão de armas da históriado Rio, segundo informações do RJTV, contém fuzis vendidos por até R$ 70 mil no mercado negro.

Foram encontrados fuzis AK 47, G3 e AR10 em contêineres junto com uma carga de aquecedores para piscinas. A mercadoria ilegal veio de Miami, Estados Unidos. "É o armamento mais moderno disponível no mercado hoje pra guerra", disse o delegado Maurício Mendonça da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC).

Por Notícias ao Minuto 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.