Destaque

Sebrae

Ages

16 de junho de 2017

Churrasco em excesso X hipertensão: cuidado com o sal, a gordura e o álcool

Veja dicas para ter um churrasco bem nutritivo e que faça bem a sua saúde. 


Churrasco, todo mundo gosta e todo mundo sabe fazer! Ou pensa que sabe. o nutrólogo José Ernesto dos Santos explica alguns cuidados importantes na preparação de um bom churrasco, principalmente com relação ao sal.

Saiba mais 

Churrasco é uma tradição bem brasileira, uma forma de reunir os parentes e os amigos para um dia gostoso, com comida e bebida à vontade. Mas você já parou pra pensar quantos gramas de carne chega a comer em uma tarde de churrasco? Dr. José Ernesto perguntou para uma churrascaria tradicional de Ribeirão Preto e a média dos clientes é de 750 gramas de carne para os homens e 450 gramas para as mulheres.

O ideal, segundo os convidados do dia, é comer, no máximo, 200 gramas de carne em um churrasco, associado ao consumo de fibras e salada.

Outras opções de acompanhamento saudável são: mandioca cozida, batata inglesa e batata doce assada, cebola assada e salada com frutas, como laranja e abacaxi.

Seis dicas para um churrasco gostoso, nutritivo e equilibrado:


1. Asse a carne longe do fogo, use cortes de porções menores e não deixe tostar.

2. Para auxiliar o cozimento e diminuir a adição de sal, deixe a carne marinar por algumas horas antes do preparo. Use vinagre ou vinho em pouca quantidade, pouco sal e muitas ervas.

3. Retire o excesso de gordura ou use cortes mais magros, como maminha, alcatra, frango sem a pele, peixe ou lombo suíno.

4. Fique de olho nos acompanhamentos e aperitivos: no lugar dos embutidos, pão de alho com margarina e farofa com bacon, use folhas, vegetais crus, grelhados e assados, além dos grãos. Adicione frutas nas saladas ou sobremesas, lembrando que abacaxi e mamão contém enzimas que auxiliam a digestão.

5. Se for consumir bebidas alcoólicas ou refrigerantes, use copos pequenos e alterne com água.

6. Evite comer em pé, sente-se à mesa, use garfo e faca, coma devagar e saboreie cada garfada.

Dr. Ernesto diz que o churrasco de vez em quando não faz mal, o problema é o excesso. O comedor compulsivo de churrasco associa três fatores para ficar hipertenso: o excesso de sal, o excesso de gordura e o excesso de álcool.

Por G1, São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.