Destaque

Umburanas

8 de maio de 2017

Vitória é o campeão baiano de 2017

O empate sem gols, no Barradão, deu o título ao Rubro-Negro baiano.


Foi um BA-Vi bem diferente do que se viu no primeiro jogo da final do Campeonato Baiano, o da tarde deste domingo (7/5), no Estádio Barradão, em Salvador.

O Bahia precisava vencer para ser campeão, mas jogava na casa do adversário e longe de sua torcida. Por essa razão, o técnico Guto Ferreira optou por fechar o time, em duas linhas de 4 jogadores.

Pelo lado do Vitória, Wesley Carvalho colocava um jogador entre as duas linhas de 4, e procurava mais o ataque, mas a equipe abusava do jogo aéreo, dos chutões de fora da área em direção do gol defendido por Jean, dos cruzamentos.

E foi o Tricolor que teve a primeira grande chance, aos 7 minutos do primeiro tempo. Allan Costa errou e a bola sobrou para Edigar Junio chutar cruzado, para fora, perdendo a maior oportunidade do time na etapa inicial.

Aos 29 foi a vez de Tiago, pelo lado do Bahia, cabecear para trás e entregar para David se enrolar com a bola, quando bastaria um leve toque por cima de Jean, que saía para a defesa.


Aos 34, outra chance jogada fora pelo Vitória. Paulinho tirou de Lucas Fonseca e chutou raspando a trave.

E aos 37 David desperdiçou outra boa chance, pela esquerda. Ficou parado, vendo Jean chegar e recolher a bola.

No segundo tempo, o Tricolor jogava por uma bola. E ela quase surgiu logo aos 8 minutos. Zé Rafael chutou, a bola tocou no calcanhar de Kanu e tirou o goleiro Fernando Miguel da jogada, mas bateu na rede pelo lado de fora.

Aos 21, Tiago, sem marcação, cabeceou para fora.

E aos 29 David perdeu seu terceiro gol no jogo.

O empate por 0 a 0 deu o bicampeonato ao Vitória.


Por Tribuna da Bahia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.