Destaque

23 de maio de 2017

Preso se ajoelha e pede perdão a mãe de sargento morto em latrocínio

Maria do Carmo afirmou que perdoa o criminoso, mas posou com um cartaz com os dizeres "Prisão é pouco. Merece pena de morte!"


O homem preso acusado de cometer o crime de latrocínio (roubo seguido de morte) de um sargento da PM se ajoelhou e pediu perdão para a mãe da vítima, Maria do Carmo Marques Soares, de 72 anos. O sargento Marcos Aurélio Marques Soares foi assassinado ao reagir a um assalto em abril deste ano, na Zona Leste de Manaus (AM), de acordo com o G1.

Lineker Araújo Silva, de 25 anos, foi detido no último dia 15, mas só foi apresentado à imprensa nesta segunda (22). Maria do Carmo afirmou que perdoa o criminoso, mas posou com um cartaz com os dizeres "Prisão é pouco. Merece pena de morte!".

Ao falar com a imprensa, a idosa afirma que tudo o que a família mais deseja é justiça. "Uma pessoa perversa como esse homem que matou meu filho não pode ficar livre", desabafou, emocionada. “Se ele se arrependeu verdadeiramente, eu o perdoo. Espero que ele procure se redimir”, finalizou a aposentada. A vítima deixa seis filhos.

Na noite do dia 21 de abril deste ano, a vítima jantava com a namorada em uma pizzaria quando foi alvo de um casal de assaltantes. Ao anunciarem o roubo e exigirem os celulares e a carteira, testemunhas relatam que o sargento tentou reagir, mas acabou atingido nas costas e peito com dois tiros disparados por Lineker. O sargento ainda foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital. A namorada de Marcos Aurélio não ficou ferida. Ele estava há 29 anos na PM do Amazonas e aguardava liberação da aposentadoria.

Por Notícias ao Minuto 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.