Umburanas

8 de maio de 2017

Estaduais: Novo Hamburgo evita hepta do Inter e Chape leva em Santa Catarina

Após empate por 1 a 1 no tempo normal, Noia surpreendeu e levou o título de campeão gaúcho nos pênaltis.


O Novo Hamburgo tornou-se ontem campeão gaúcho pela primeira vez, ao derrotar o Internacional nos pênaltis, por 3x1, depois de um empate por 1x1 no tempo regulamentar. O colorado tentava seu sétimo título seguido. 

O campeão, que é da região metropolitana de Porto Alegre, teve aproveitamento de 65% e sofreu duas derrotas em 17 jogos no torneio: uma para o Ypiranga e outra para o Cruzeiro. Na semifinal, eliminou o Grêmio. 

O Novo Hamburgo abriu o placar aos 22 minutos do primeiro tempo, com gol contra de Ernando. Aos três minutos do segundo tempo, o Inter empatou com Rodrigo Dourado. Na disputa de pênaltis, D’Alessandro, Nico López e Cuesta perderam as cobranças pelo Internacional.

Chapecoense conquista bicampeonato

Chapecoense ganhou seu primeiro título após o acidente de avião que matou 19 jogadores da equipe, no ano passado. Mesmo perdendo em casa para o Avaí por 1x0, a equipe chegou ao seu sexto título estadual. Na partida de ida, a Chape havia vencido por 1x0 e tinha a vantagem de jogar por dois resultados iguais. O técnico da Chapecoense é Vagner Mancini. O único gol do jogo foi marcado aos 27 minutos do primeiro tempo, por Leandro Silva, que chutou de longe.


Coritiba ganha título depois de três anos

Após conquistar boa vantagem na primeira partida, o Coritiba segurou o Atlético-PR no estádio Couto Pereira e conquistou ontem seu 38º título estadual mesmo com o empate em 0x0. Depois de vencer a primeira partida por 3x0, na casa do rival, o Coxa precisou apenas administrar o tempo para comemorar o título estadual, que não vencia desde 2013. O alviverde havia perdido as duas últimas edições da competição para o próprio Atlético-PR (2016) e para o Operário (2015).

Goiás bate Vila Nova e  leva  27º estadual

Com duas vitórias na final diante do Vila Nova, o Goiás conquistou ontem seu 27º título estadual, o terceiro consecutivo. Jogando diante da torcida, no estádio Serra Dourada, o esmeraldino bateu o arquirrival por 1x0 e sacramentou a conquista, que já havia sido encaminhada na primeira partida da final, vencida por 3x0. O gol da vitória foi marcado pelo meia Jean Carlos, aos 39 minutos do primeiro tempo, após passe do atacante Carlos Eduardo.

Sport fica no empate diante do Salgueiro

Em partida decidida pelo uso da arbitragem de vídeo, Sport e Salgueiro empataram em 1x1 na primeira partida da final do Campeonato Pernambucano. Com o apoio da torcida, na Ilha do Retiro, o Leão saiu na frente, com André. O Salgueiro empatou com Jean Carlos, de pênalti, que só foi marcado com o auxílio do árbitro de vídeo. A penalidade, que aconteceu aos 48 do segundo tempo, só foi confirmada depois de quase 10 minutos de paralisação.

Correio24horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.

Destaque