Destaque

Umburanas

11 de maio de 2017

Chape é goleada e Atlético Nacional fica com título da Recopa

Em noite de homenagens em Medellín, colombianos mostram melhor futebol e vencem brasileiros por 4x1.


Após muitas homenagens e emoção, Atlético Nacional e Chapecoense, enfim, decidiram o título da Recopa, entre o campeão da Libertadores (Nacional) e da Sul-Americana (Chapecoense) do ano passado. Melhor para os colombianos, que, depois de perderem por 2x1 em Chapecó, levantaram a taça após golearem os brasileiros por 4x1, na noites desta quarta (10), em Medellín.

Eram diversos torcedores do Nacional com a camisa da Chape como forma de homenagem. Sobreviventes da tragédia do fim de 2016, em que 71 pessoas morreram após o avião que transportava a deleção da Chapecoense e jornalistas cair, Alan Ruschel, Neto, Jakson Follman e Rafael Henzel foram aplaudidos antes da bola rolar.

Mas, quando o apito inicial soou, era hora de ambas as equipes buscarem o título. E os colombianos não deixaram nem os brasileiros suarem. Com 2 minutos, Moreno recebeu boa bola e bateu forte. Artur Moraes deixou passar e o Verdolaga fez 1x0.

Os colombianos dominavam o jogo sem muita dificuldade. A Chape tentava de longe, mas não conseguia levar perigo ao gol de Armani. O Nacional, por outro lado, rondava a área catarinense sempre com perigo. Aos 31, Macnelly Torres recebeu e achou Ibargüen, que, com um belo chute, marcou o segundo verdolaga.

A Chape veio diferente do intervalo. Conteve a investida inicial do Nacional e quase marca logo aos 2. João Pedro achou Arthur sozinho, que passou por Armani e chutou. Henríquez, correndo, conseguiu salvar em cima da linha.

Precisando de um gol para levar a decisão para prorrogação, os catarinenses foram para cima e tentaram com Apodi e Wellington Paulista. Mas quem marcou foi o Nacional. Ibargüen fez Apodi de gato e sapato e cruzou. Rodríguez ajeitou e Moreno marcou o terceiro do Nacional.

Estava complicado. Aos 35, Ibargüen recebeu lançamento e chutou prensado. A bola subiu e acabou encobrindo Artur Moraes: 4x0, não perca as contas. Três minutos depois, a Chape, enfim marcou. Túlio de Melo aproveitou sobra e fez o de honra. Fim de jogo e a taça da Recopa ficou em boas mãos.

Ivan Dias Marques - Rede Bahia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.