Destaque

Sebrae

Ages

30 de maio de 2017

Atendimento nos bancos segue afetado por conta da greve dos vigilantes

O atendimento em parte das agências bancárias da capital e do interior continua suspenso. 


O atendimento em parte das agências bancárias da capital e do interior continua suspenso, nesta terça-feira (30), por conta da greve dos vigilantes que começou no dia 24 de abril.

De acordo com o Sindicato dos Bancários, bancos públicos como a Caixa Econômica e o Branco do Brasil seguem fechados em cumprimento à lei que não permite que essas instituições funcionem sem segurança. Alguns bancos particulares, como Bradesco e Santander, não suspenderam o atendimento.

Em algumas unidades, apenas os serviços de autoatendimento nos caixas eletrônicos está mantido, a exemplo das agências da Avenida Tancredo Neves. No Centro, todas as agências estão fechadas, conforme o sindicato.

O serviço de perícias agendadas pelo INSS, que chegou a ser suspenso na última quinta-feira (25) e retomado na segunda (29) foi mantido. De acordo com a assessoria, em algumas agências, também é realizado reagendamento do atendimento para outros dias.

A principal reivindicação da categoria é o reajuste salarial anual. Cerca de 32 mil vigilantes atuam em todo o estado. Até então, nas rodadas de negociação anteriores com o Sindicato das Empresas de Segurança Privada (Sindesp), não houve concessão entre as partes.

Por G1 BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.