Destaque

Umburanas

15 de maio de 2017

Após 8 dias, polícia ainda procura mãe de bebê abandonado em caixa de papelão

Batizada de Lorena, a bebê deve receber alta médica nesta segunda (15).


Oito dias após ser abandonada em uma caixa de papelão, a recém-nascida batizada de Lorena ainda não teve a mãe identificada pela polícia. Ela foi registrada pelo Conselho Tutelar e deve receber alta médica nesta segunda-feira (15).

De acordo com a delegada titular da 1ª CP do município, Manuela Rodrigues, existe uma equipe designada a encontrar a mãe da criança. "Ela está no hospital sendo guardada pelo conselho e será encaminhada para a Sala do Menor. Já foi expedida a ordem de missão para o caso dela e nosso maior objetivo é encontrar a mãe dela para prestarmos assistência", disse.

A delegada não soube informar o estado de saúde da menina. Procurado pelo G1, o Conselho Tutelar responsável pela recém-nascida alegou não poder fornecer informações sobre o estado de saúde.

Abandono

A pequena foi encontrada na madrugada do dia 7 de maio, em uma caixa de papelão, na porta da casa de uma moradora do bairro Jacobina III. Após acordar com o choro dela, a moradora da residência a levou para dentro de casa, a agasalhou e ligou para a Polícia Militar. Durante o resgate, a polícia identificou que a criança ainda tinha o cordão umbilical.

Ela foi levada para o Hospital Municipal Antônio Teixeira Sobrinho, onde recebeu os primeiros atendimentos médicos. Batizada carinhosamente por Lorena, nome da filha da PM que levou para a unidade, a bebê nasceu com 50 cm e 2,5kg. Na época, a PM pediu que moradores da região colaborassem na localização da mãe.

Por G1 BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.