Destaque

26 de abril de 2017

EUA começam a posicionar sistema de defesa antimíssil na Coreia do Sul

Seul prevê que instalação estará completa para operação até o final deste ano.


Os militares dos Estados Unidos começaram a transferir partes do sistema antimíssil THAAD para o sul da Coreia do Sul, que informou que a instalação estará completa para sua operação total até o final deste ano, segundo a agência Reuters.

"A Coreia do Sul e os Estados Unidos têm trabalhado para garantir uma capacidade operacional inicial do sistema THAAD em resposta ao avanço da ameaça nuclear e de mísseis da Coreia do Norte", disse o ministério da Defesa sul-coreano em comunicado na quarta-feira (horário local).

Washington e Pyongyang estão aumentando a pressão um contra o outro nas últimas semanas, com os Estados Unidos enviando um grupo de porta-aviões e submarino nuclear para a região e a Coreia do Norte tentando mais lançamentos de mísseis.

USS Michigan

Um submarino americano com mísseis guiados que foi enviado à Coreia do Sul chegou ao porto de Busan, sudeste do país, nesta terça-feira (25). Uma autoridade da Marinha da Coreia do Sul disse que o submarino fez uma parada de rotina para que a tripulação descanse e o veículo seja reabastecido. Ele não deve participar dos exercícios navais conjuntos entre EUA e Japão que ocorrem na região desde o último domingo.


A chegada do submarino coincide com o exercício com fogo real realizado na Coreia do Norte por ocasião do 85º aniversário da fundação de seu exército. Segundo fontes do governo da Coreia do Sul, citadas pela agência de notícias sul-coreana "Yonhap", o líder norte-coreano Kim Jong-un teria testado artilharia de longo alcance.

Além do submarino, os EUA enviaram à península da Coreia o porta-aviões americano Carl Vinson, em resposta aos contínuos testes balísticos norte-coreanos.

A embarcação e sua frota de ataque se encontram atualmente realizando exercícios conjuntos estratégicos com tropas japonesas no Pacífico e planejam se aproximar da península da Coreia no final desta semana.

Por G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.