Destaque

10 de março de 2017

Obesidade: Precisamos mudar nossos hábitos - Por Alisson Fontes

"Se restringíssemos a publicidade destes produtos, haveria a possibilidade de melhora deste índice de obesidade".

Neste dia 09 de março comemoramos mais um “Dia Mundial do Rim” e vimos que ainda há um caminho longo a ser percorrido, a fim de que tenhamos a real consciência da importância da alimentação saudável e de uma alimentação adequada.

Participei da programação de eventos realizada pelo Hospital Municipal Antônio Teixeira Sobrinho – HMATS, em Jacobina/BA, que este ano também realizou palestras sobre o tema. Desde já parabenizo toda a equipe do Setor de Nefrologia daquela Unidade. Equipe excelente e comprometida com a humanização no atendimento dos pacientes e acolhimento de familiares.

O que me chamou a atenção, nas palestras, foi à constatação de que estamos cuidando mal da alimentação das nossas crianças. Isto porque, o índice de obesidade nesta faixa etária tem aumentado consideravelmente ao longo dos anos.

Não existe uma causa especifica que determine esta situação. Contudo, temos a consciência de que produtos alimentícios sem grande valor nutritivo e, ao mesmo tempo, com grandes quantidades de açúcares ou gorduras, têm uma enorme responsabilidade por esse cenário.

Se restringíssemos a publicidade destes produtos, haveria a possibilidade de melhora deste índice de obesidade? A meu ver, sim.

A publicidade para o público infantil se especializou ao longo dos anos e hoje possuímos comerciais específicos e direcionados exclusivamente para elas. Restringir este tipo de publicidade é constitucional e poderá influenciar positivamente nos próximos índices de obesidade infantil.

Entendemos que também merece destaque a possibilidade de proibir que nas escolas, tanto públicas, quanto privadas sejam comercializados estes produtos, bem como vedar que os alunos possam trazer estes alimentos diretamente de casa. Estas são outras medidas legalmente aceitas e que ajudarão nesta mudança de hábito.

Além destas medidas apontadas, devemos relembrar e ensinar as nossas crianças como é saudável e divertido brincar na rua, nas praças, dentre outros locais. Devemos mudar os hábitos que adquirimos na vida adulta, com o objetivo de cuidarmos melhor de nossas crianças. Somente assim, teremos adultos saudáveis e conscientes no futuro.

Alisson Fontes
Advogado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.