Destaque

28 de março de 2017

Grande Vitória tem 1ª morte por febre amarela confirmada

Caso foi registrado em Cariacica. Informação foi divulgada pela secretaria de Saúde do estado nesta segunda-feira (27).


A Grande Vitória teve a primeira morte por febre amarela confirmada. O caso foi registrado no município de Cariacica, segundo o boletim divulgado pela secretaria de Saúde do Espírito Santo (Sesa) nesta segunda-feira (27).

A Sesa não informou a identidade da vítima, nem o local onde ela foi infectada.

O Espírito Santo tem enfrentado um surto de febre amarela desde que o primeiro caso foi confirmado em janeiro. A primeira morte causada pela doença foi confirmada no dia 30 de janeiro e aconteceu em Ibatiba. Desde então, foram 37 mortes contabilizadas. Elas estão concentradas na região Sul, Serrana e Noroeste do estado.

Para combater a doença e imunizar a população, uma campanha de vacinação aconteceu na maioria dos municípios. As prefeituras organizaram mutirões e até o momento 2.596.368 pessoas foram imunizadas contra a febre amarela em todo o estado. Isso representa 72,56% da população.

A Sesa informou que, até o momento, foram distribuídas 3.332.030 doses para todo o estado.


Balanço da febre amarela no estado

Até a sexta-feira (24), o estado já havia recebido 344 notificações de suspeita de febre amarela. Desse número, 115 casos foram confirmados, 73 descartados e 37 evoluíram para óbito.

Confira os municípios onde as vítimas moravam:

-Muniz Freire: 5 casos
-Brejetuba: 4 casos
-Colatina: 4 casos
-Irupi: 3 casos
-Ibatiba: 2 casos
-Itarana: 2 casos
-Laranja da Terra: 2 casos
-Pancas: 2 casos
-Afonso Cláudio: 2 casos
-Conceição do Castelo: 2 casos
-Domingos Martins: 2 casos
-Santa Maria de Jetibá: 2 casos
-São Roque do Canaã: 1 caso
-Vargem Alta: 1 caso
-Conceição da Barra: 1 caso
-Cariacica: 1 caso
-Aracruz: 1 caso.

Os 115 casos confirmados são dos municípios:

-Ibatiba: 19 casos
-Colatina: 16 casos
-Brejetuba: 9 casos
-Conceição do Castelo: 8 casos
-Muniz Freire: 7 casos
-Pancas: 5 casos
-Laranja da Terra: 5 casos
-Baixo Guandu: 4 casos
-Itarana: 4 casos
-São Roque do Canaã: 4 casos
-Afonso Cláudio: 4 casos
-Castelo: 3 casos
-Irupi: 3 casos
-Itaguaçu: 3 casos
-Domingos Martins: 3 casos
-Cachoeiro de Itapemirim: 2 casos
-Santa Maria de Jetibá: 2 casos
-Iúna: 1 caso
-Marilândia: 1 caso
-Fundão: 1 caso
-Ibiraçu: 1 caso
-Aracruz: 1 caso
-Serra: 1 caso
-Santa Leopoldina: 1 caso
-Vargem Alta: 1 caso
-Santa Teresa: 1 caso
-Alfredo Chaves: 1 caso
-Cariacica: 1 caso
-Conceição da Barra: 1 caso
-Ibitirama: 1 caso.

Morte de macacos

Segundo o governo do estado, a secretaria de Saúde recebeu a notificação de mortes de macacos em 52 municípios, dos quais 21 municípios tiveram amostras confirmadas para febre amarela. São eles:

-Afonso Cláudio
-Cariacica
-Castelo
-Colatina
-Conceição do Castelo
-Domingos Martins
-Guarapari
-Ibatiba
-Irupi
-Itaguaçu
-Itarana
-Iúna
-Laranja da Terra
-Marechal Floriano
-Pancas
-Santa Maria de Jetibá
-Santa Teresa
-Serra
-Venda Nova do Imigrante
-Viana
-Vitória.

Por G1 ES


Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.