Destaque

14 de março de 2017

Fundador do Orkut quer que rede social una as pessoas novamente

Orkut Büyükkökten acredita que usar o Facebook e outras redes se tornou uma experiência solitária.


São Paulo – As redes sociais se tornaram ambientes só de aparências e o propósito primário, conectar pessoas, se perdeu. Essa é a visão de Orkut Büyükkökten, o criador do site de relacionamentos Orkut.com, encerrado em 2014 – mesmo aclamado pelos brasileiros até seu último dia de existência.

Em entrevista a EXAME.com, Orkut conta que fundou o Hello com esse propósito. Sua nova rede social funciona somente em aplicativos para smartphone Android e iPhone. Ela é como um Orkut para a era dos smartphones. As comunidades estão lá e o objetivo é discutir tópicos de interesse comum e conhecer pessoas novas.

“Parou de ser divertido e é cada vez mais solitário estar nas redes sociais. Nós escondemos atrás do celular o tempo todo”, declarou Orkut. “As pessoas pararam de se conectar para fazer amigos online, as redes sociais são sobre broadcast. Se você pensar sobre o Facebook, amigos e seguidores, tem apps de comunicação, mas ele não ajuda a encontrar pessoas novas.”

Atualmente, cerca de 20 pessoas trabalham com Orkut no Hello, sendo que metade são engenheiros. O foco é tornar o conceito de rede social algo feliz novamente.


“Em comunidades, as pessoas se ajudam e se comunicam e viram amigas. Acredito que encontrar gente que nos entenda é mais importante do que resolver os problemas mais avançados da astrofísica”, disse o fundador do site do Hello.

O Hello tem 270 mil downloads e, segundo Orkut, o grupo de usuários brasileiros é um dos mais engajados e costuma enviar sugestões para melhorar o app.

Agora, esse Orkut 2.0 se prepara para chegar à Índia neste mês.

Êxodo para o Facebook

A migração dos usuários do Orkut para o Facebook foi em massa entre 2011 e 2014. Enquanto o Orkut caía, o Facebook se fortalecia em países como Brasil e Índia, os mais populares para o site de relacionamentos.

“Com as redes, precisamos ficar atualizados com a tecnologia, acompanhar gerações, tendências e comunidades. O Orkut era do tempo em que todos estavam nos PCs”, declarou Orkut.

“O Hello é a nova geração do Orkut”.

Por Lucas Agrela/EXAME 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.