Destaque

2 de março de 2017

Boletim aponta redução no nº de brigas e roubos no carnaval, diz SSP

Dados foram divulgados nesta quarta-feira (1º), um dia após o fim da festa.
Número de homicídios também caiu em comparação com outros anos.


O número de brigas e roubos registrados no carnaval de Salvador deste ano sofreu redução em relação ao ano passado. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), 99 atendimentos provenientes de brigas foram registrados nos circuitos da festa, contra 176 ocorridos em 2016. Já em relação a furtos, quando o objeto é subtraído sem uso de violência, o número caiu de 95 para 33. Os de roubo, quando a vítima tem a integridade ameaçada, passaram de 34 para 18.

As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (1º), após apresentação do boletim com o resultado da operação montada para o carnaval na capital. Segundo a SSP, apesar de duas mortes terem sido registradas nos circuitos da festa, o número de homicídios também sofreu diminuição, tendo três casos a menos que em 2016.

A secretaria informou que os autores dos dois casos ocorridos, um policial militar fora de serviço e um adolescente, foram identificados e apresentados à polícia e ao Ministério Público. Em um dos casos o autor alegou legítima defesa, durante um assalto. No outro, o adolescente confirmou se tratar de rivalidade entre facções do tráfico de drogas. Ambos estão à disposição da Justiça.

Conforme a SSP, mais de um milhão de pessoas foram revistadas nos portais de abordagem montados nas entradas dos circuitos da festa. Ao todo, 1053 objetos que poderiam ser usados para ferir pessoas foram recolhidos durante a operação, que reuniu mais de 25 mil policiais entre militares, civis, técnicos e bombeiros.

Ainda de acordo com a secretaria, no total, mais de 2.900 pessoas foram conduzidas para averiguação e 69 foram detidas. Quase 1.700 Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCO) também foram registrados no período.

Do G1 BA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.