Destaque

15 de março de 2017

Após saída polêmica, Paulo Sales pode estar de volta ao Jacobina Esporte Clube

Apesar de a diretoria não ter se pronunciado sobre a possível volta de Paulo Sales, os rumores são que o treinador já chega em Jacobina nesta quarta-feira.


O técnico Paulo Sales pode estar voltando para o Jacobina Esporte Clube. A informação ganhou força entre a torcida nesta terça-feira, 14, mas a diretoria do clube ainda não confirmou se o treinador irá novamente comandar a equipe nesta reta final de Campeonato Baiano.

Sales é um velho conhecido da torcida do Jegue da Chapada. A sua última passagem pelo clube foi marcada por uma grande campanha na Copa Governador do Estado – quando chegou ao vice-campeonato da competição – e pela saída polêmica às vésperas da estreia no Baianão 2017. O clube havia dado a Sales a chance de continuar um projeto iniciado em 2016, inclusive com contratações indicadas pelo treinador, mas uma proposta do Paraíba Sport Clube fez com que o técnico desse adeus ao Jacobina poucos dias antes de estrear no Baianão 2017. A saída de Sales faltando menos de uma semana para a estreia foi muito criticada pela torcida.

‘Salvador da pátria’

Apesar de a diretoria não ter se pronunciado sobre a possível volta de Paulo Sales, os rumores são que o treinador já chega em Jacobina nesta quarta-feira. Apoiado por uns, criticado por outros, Sales vem tendo uma relação forte com o Jacobina desde o acesso à 1ª Divisão, na campanha de 2014, e sempre que chega ao clube reacende o sentimento de ‘salvador da pátria’ nos momentos difíceis.

O Jacobina não vai bem neste Baianão, acumula apenas uma vitória, três derrotas e três empates, ocupando a 7ª colocação com apenas 6 pontos ganhos. O único triunfo do clube foi em casa, contra o Galícia, lanterna do campeonato. O próximo adversário do Jegue da Chapada será o Vitória, no dia 26, às 18h30, no Estádio José Rocha. A partida será transmitida ao vivo para todo o Brasil através do canal Premiere.

Fonte: Jacobina Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.