Destaque

6 de janeiro de 2017

Rodovias da região de Jacobina estão em estado deplorável

A imagem poderia servir de cena para qualquer produção cinematográfica de cenas que envolvem uma área desértica, ou mesmo de desbravamento de uma área inabitável, mas na verdade não o é. O clique feito por Augusto Jacobina, do blog Augusto Urgente ilustra o que restou da BA 144 que liga Lages do Batata a Morro do Chapéu, a principal via de acesso para a região de Irecê e Chapada Diamantina.

Como o trecho foi se deteriorando e não houve nenhuma intervenção por parte do Governo do Estado, responsável pela estrada, o que sobrou é apenas o 'projeto' de uma rodovia. Os moradores de Lages do Batata, Icó, Várzea Nova e Morro do Chapéu, bem que poderiam fixar placas nos extremos da rodovia com o seguinte comunicado: "aqui jaz a BA 144".
Através de uma rápida pesquisa na internet pode se comprovar que esta demanda da recuperação da estrada já foi levada por representantes políticos desde 2015, e de lá para cá nada foi feito.

Como via alternativa para se chegar a região de Irecê e Chapada Diamantina tem-se a BA 131 que liga Miguel Calmon a Porto Feliz. O fluxo de veículos migrou enormemente para este trecho que está se acabando dia após dia. Até veículos pesados trafegam por esta rodovia na tentativa de fugir dos cascalhos da BA 144 e agora se deparam com as crateras que tomam conta principalmente entre o trecho de Andaraí, localidade do município de Piritiba, a Porto Feliz.

Motoristas chegam a trafegar parte deste trecho por uma via vicinal que fica paralela ao que resta desta rodovia. Caso não haja urgentemente uma intervenção para recuperação da BA 131 terá que se dizer, tal como a BA 144, que ali, um dia, existiu uma estrada.

Mais Politica 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.