Destaque

16 de dezembro de 2016

Polícia Civil prende mulheres por tráfico de drogas no Grotinha e Paraíso

Bairro Grotinha - Policiais Civis da 16ª Coorpin, sob a coordenação do Dr. Eduardo Brito e da Dra. Manuela Rodrigues, foram informados através de denúncias anônimas, que uma mulher estava comercializando entorpecente em via pública no Bairro da Grotinha, no alto do Santo Antônio. Na informação constava o local e as características físicas da acusada. Após realizar uma campana e identificar a autora, foi iniciada uma abordagem de rotina em Odaise Nascimento de Jesus, 21 anos, a "Inha”. Portando uma carteira tipo alumínio, quando viu os Policiais tentou colocar dentro da bermuda. Ao proceder a vistoria no objeto foram encontrados: 132 pedras de Crak prontas para a venda, R$ 429 (Quatrocentos e vinte nove reais) em dinheiro, oriundo da venda do entorpecente.

Segundo Inha, havia começado a venda da droga há pouco tempo, por ter uma filha de 5 anos para criar e estava passando necessidade. Segundo a Delegada Manuela Rodrigues, o que está se notando é um aumento considerável de mulheres envolvidas no tráfico de drogas, algumas por necessidade e são cooptadas pelos traficantes e outras pelo dinheiro fácil. Inha foi conduzida ao Complexo Policial de Jacobina, e autuada em Flagrante Delito pelo Delegado Cleber Azevedo, enquadrada em Tráfico de Entorpecentes e permanece presa à disposição da Justiça.

Distrito de Paraíso - Dando prosseguimento ao combate ao tráfico de Drogas, Policiais Civis da 16ª Coorpin foram informados também através de denúncias anônimas, que uma mulher estava comercializando entorpecentes no Distrito de Novo Paraíso. Após campana, foi identificada a autora do fato. Os policiais realizaram uma abordagem de Rotina quando ela transitava na Rua Jacobina, sendo encontrado em posse de Rosimere Maria de Oliveira, 38 anos, a “Galega”, um recipiente plástico que porta vitamina C. Ao averiguar o interior, foram encontradas dentro do mesmo, 60 pedras de Crack prontas para a venda. Dando prosseguimento à diligência, “Galega” foi conduzida a uma casa que ela usava como depósito na mesma Rua e onde foi encontradas 19 trouxas de maconha prontas para a venda, além de R$ 219 (Duzentos e dezenove reais) em dinheiro.

Segundo o Delegado Dr. Eduardo Brito, o combate ao tráfico de drogas será incessante. Já se foi apurado que a maioria dos homicídios e também a maioria dos crimes contra o patrimônio estão ligados diretamente a este tipo de delito, desta forma as investigações irão acontecer diuturnamente em toda área que abrange a 16ª Coorpin, “Galega” foi conduzida ao Complexo Policial de Jacobina e autuada em flagrante delito pelo delegado plantonista Dr. Damião Gomes de Lacerda, enquadrada em Tráfico de Entorpecentes e permanece presa à Disposição da Justiça.

Informações da 16ª Coorpin

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.