Destaque

Umburanas

1 de agosto de 2016

Candidato a prefeito em Goiânia propõe a criação da 'bolsa-arma'

Segundo o Major Araújo, "todo cidadão tem o direito de se defender"

Pré-candidato à prefeitura de Goiânia, em Goiás, o deputado estadual Major Araújo (PRP) iniciou uma polêmica nas redes sociais ao publicar vídeo de uma de suas propostas. Durante a campanha, Araújo propõe a criação da 'bolsa arma', que prevê subsídios para que as pessoas possam adquirir armas e sejam "voluntários da segurança da capital". 

"Esta arma (uma pistola calibre 40) pode salvar a sua vida. E nós queremos propor no município o bolsa arma municipal. Mas eu preciso ouvir a sua opinião. Propaga-se por aí que o acesso às armas, ele é ilegal, impossível. Isso é mentira. A lei garante a qualquer cidadão o porte legal de sua arma, desde que preenchido alguns requisitos. Nós não queremos violar a lei. Mas nós queremos propor que o cidadão tenha o direito de se defender também", explica Araújo, no vídeo.

Entre as explicações de Araújo para armar a população está o alto índice de criminalidade. Ele diz ainda que a bolsa é uma "estratégia de defesa" e que a prefeitura cobraria uma contrapartida do cidadão.

"Evidentemente que a Prefeitura cobraria uma contrapartida do cidadão. Essa contrapartida seria você, que recebesse sua arma e todo o treinamento e facilitação ao acesso à arma, você fizesse parte de um cadastro de pessoas voluntárias, que participariam do combate à violência em nossa capital", diz o político, que classifica, no final do vídeo, o beneficiado pelo programa como um "voluntário da segurança da capital", explicou. Informações do Correio 24 Horas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O Rota 324 não se responsabiliza pelos comentários aqui expostos.